O que é Newsletter, Como Funciona e Dicas Para Fazer Uma

newsletter tudo sobre

A newsletter é uma ótima forma de comunicação para manter sua marca em evidência e estreitar os relacionamentos com os consumidores.

Não é por nada que esse é um dos formatos mais populares de email marketing atualmente.

Além de super eficiente, a newsletter também é versátil.

É possível abordar todas as etapas do funil de vendas, captar leads e muito mais! Com toda a versatilidade do formato, no entanto, é comum que surjam algumas dúvidas.

Certamente, você já conhece a importância do marketing de conteúdo e sabe que a newsletter é um componente fundamental dessa estratégia.

Mas como montar um periódico verdadeiramente eficiente?

A seguir, você vai aprender tudo que precisa saber sobre a newsletter. Desde o conceito por trás desse formato, até quais são os objetivos e como fazer uma. Continue lendo e descubra:

  • O Que é Newsletter e Como Funciona
  • Os Benefícios do Envio de Newsletters
  • Quem Deve Enviar Newsletter e Quando
  • Como Fazer Uma Newsletter Atrativa: Passo a Passo Com Exemplos
  • Quais Modelos de Newsletter São Melhores

O Que é Newsletter e Como Funciona

Newsletter pode ser traduzido para boletim ou periódico de novidades.

Então, esse formato de email normalmente é utilizado exatamente com esse fim: trazer as últimas novidades para o recipiente.

No marketing digital, no entanto, isso pode abranger muitas estratégias diferentes. Veja alguns exemplos:

  • Últimas notícias do setor em que sua empresa atua;
  • Lançamentos de serviços e produtos novos;
  • Promoções sazonais;
  • Postagens mais lidas da semana no blog da sua empresa.

Depois de selecionar o conteúdo da sua newsletter, basta decidir qual será a frequência de envio e começar a enviar. Essa é uma ótima forma de manter seus clientes e leads informados sobre o que está acontecendo na empresa e no setor.

Outra vantagens da newsletter é que ela ajuda na nutrição de leads, deixando sua marca sempre em evidência.

Dessa forma, quando um assinante precisar de algum produto ou serviço, logo lembrará da sua empresa.

RSS x Newsletter

Muitas pessoas confundem esses dois conceitos. E, planejando o marketing digital da sua empresa, é fundamental conhecer a diferença entre RSS e Newsletter.

RSS é um formato de arquivo, gerado de maneira automática com base nas informações publicadas.

Por exemplo, se sua empresa possui um blog, você pode oferecer aos visitantes a opção de assinar um feed RSS.

Nesse caso, toda a postagem publicada será automaticamente incluída em um arquivo RSS e enviada para os assinantes.

Para abrir o arquivo RSS, normalmente é necessário um plugin ou software específico.

A Newsletter, por sua vez, não é gerada automaticamente (embora seu envio possa ser automatizado).

Normalmente, esse formato traz resumos ou links com chamadas para o conteúdo, ao invés de anexar o texto na íntegra.

Outra vantagem da newsletter é que não é necessário que o usuário possua um software específico para o seu recebimento.

Qualquer visualizador de emails pode receber uma newsletter.

Os Benefícios do Envio de Newsletters

beneficios de usar newsletter

A newsletter é considerada um dos pilares da nutrição de leads. Essa é uma das formas mais populares e eficientes de continuar fornecendo informações para seu público.

A newsletter mantém sua marca em evidência, lembrando o contato de checar o blog da empresa ou procurar novas opções na loja.

Com a frequência de envio correta, é possível não deixar o cliente esquecer de você sem ser insistente ou invasivo.

Talvez o maior benefício desse recurso seja a possibilidade de estreitar o relacionamento entre a empresa e seus clientes em potencial.

Isso porque, através dele, você oferece informações relevantes e demonstra que sua empresa se preocupa com a resolução dos problemas do seu público – tenham eles concretizado compras ou não.

As newsletters podem até mesmo ajudar na geração de leads. Muitas pessoas estão dispostas a deixar seus endereços de email para ficar por dentro das novidades.

Quem Deve Enviar Newsletter e Quando

Toda empresa, não importa o tamanho, pode aproveitar as vantagens de uma newsletter. No entanto, para ter sucesso, você precisa fazer isso do jeito certo e no melhor momento possível.

A newsletter pode ser enviada para todos os tipos de leads, mas é fundamental realizar a segmentação das listas.

Enquanto alguns leads já estão prontos para fechar negócio, por exemplo, alguns ainda precisam receber mais informações sobre seus produtos e serviços.

Para o primeiro tipo de lead, pode ser vantajoso enviar newsletters com ofertas. Já para o segundo, as últimas notícias do setor e algumas dicas podem agradar muito mais.

E o melhor, com ferramentas de automação de marketing como a ActiveCampaign, é possível programar tudo isso previamente.

Além de tudo, você ainda conta com templates prontos para personalizar!

Qual a periodicidade ideal para envio de newsletter

A frequência com que você envia comunicações para seus leads é de extrema importância. Esse talvez seja um dos principais pontos que separam uma estratégia ineficiente de uma de sucesso.

Se os emails forem espaçados demais, sua marca terá dificuldade em se manter em evidência. Dessa forma, você corre o risco de perder vendas para seus concorrentes.

Já muitos emails enviados, e é provável que você perca o lead. Afinal, você deve ter em mente que as pessoas assinam múltiplos Feeds e Newsletters.

Se sua empresa lotar a caixa de email dos leads, isso passa uma imagem ruim e os leva a cancelar a inscrição.

Por isso, é importante encontrar um bom equilíbrio. Não existe fórmula mágica nesse ponto, infelizmente. Para saber qual a periodicidade ideal para o envio de newsletter, você deve considerar:

  • O tipo de conteúdo que você está enviando;
  • O perfil do seu público-alvo;
  • As métricas de performance de outras campanhas.

No geral, uma boa regra é não enviar emails diários e não passar mais de uma semana sem nenhuma comunicação.

Como Fazer Uma Newsletter Atrativa: Passo a Passo Com Exemplos

De nada adianta enviar uma newsletter na frequência correta se as pessoas não estão seguindo os links ou realizando as ações promovidas nelas.

Ou seja, você precisa de resultados e conversões, e não apenas de visualizações.

Para isso, você precisa de um bom planejamento, contando com as características certas em cada comunicação.

Então, montamos um passo a passo para ajudar você a criar as melhores newsletters possíveis.

Certamente, você verá uma melhora significativa nos seus resultados ao aplicar esse método:

1. Defina seus objetivos com a newsletter

Antes de mais nada, você precisa saber qual é o objetivo da sua empresa com essa comunicação. Veja alguns exemplos:

  • Nutrição de leads;
  • Fidelização de clientes;
  • Geração de leads;
  • Conversões em vendas.

Dependendo do objetivo selecionado, a newsletter deverá ter conteúdos, frequência e até mesmo templates diferentes.

2. Segmente sua lista de leads

Um dos erros mais comuns no email marketing é generalizar as comunicações. Automatizar esses processos é muito diferente de mandar a mesma mensagem para todos os seus contatos.

Alguns leads já estão prontos para comprar. Outros, precisam saber mais sobre seus produtos. Alguns, ainda, não conhecem direito sua empresa e nem o setor.

Como você pode imaginar, cada um desses contatos precisa receber um email que combine com seu momento.

A segmentação não deve parar aí! Você pode dividir a lista de contatos por interesses e perfil, além de muitas outras variáveis. Por isso, estude o que será melhor para sua empresa.

3. Escolha o tipo, formato e teor do conteúdo

Uma vez que você tenha o público da newsletter bem definido, pensar no tipo de conteúdo e no formato fica bem mais fácil.

Você quer anunciar produtos novos na sua loja online? Ou lembrar seus leads sobre as últimas novidades do blog?

Para cada conteúdo, é preciso escolher o formato e templates adequados.

Esse é um dos passos onde você precisará dedicar mais tempo. A chave para uma campanha de email marketing de sucesso é a criação de um bom conteúdo.

É importante sempre trabalhar com informações relevantes e textos originais.

Lembre-se que, no marketing de conteúdo, seu foco deve sempre estar em ajudar seus clientes em potencial a obter as informações que procuram.

4. Use uma plataforma de email marketing confiável e com bons recursos

Para distribuir as newsletters para seus contatos, você precisará contar com uma ferramenta de email marketing. E é preciso estar muito atento: não é qualquer ferramenta que pode ser usada.

Plataformas não confiáveis podem fazer com que as suas newsletter sejam classificadas como spam. Isso não só impede que alguns contatos recebam o email como fere a imagem de sua empresa.

Por isso, você precisa de uma ferramenta na qual sua empresa pode confiar.

A ActiveCampaign não só é uma das mais conceituadas opções do mercado, como também conta com todos os recursos que você precisa.

Com integração com as maiores redes sociais e gerenciadores de conteúdo, além de opções de personalização e inúmeras outras facilidades, fica muito simples criar e distribuir newsletters realmente eficientes.

Clique aqui e comece hoje mesmo a enviar newsletters gratuitamente!

5. Otimize o texto para experiência do usuário e conversões

Pensar no que sua newsletter vai dizer – e como – é tão importante quanto pensar no formato e na natureza do conteúdo.

Você sabia que muitas otimizações podem ser aplicadas ao texto para melhorar as taxas de conversão?

Veja algumas dicas da técnica de copywriting que você pode aplicar:

  • Denote exclusividade: falar sobre novidades que chegam antes aos ouvidos dos assinantes da sua newsletter ou de promoções exclusivas é uma ótima estratégia.
  • Seja objetivo e claro: a newsletter não deve ser muito grande. O ideal é que o texto seja conciso e chamativo;
  • Inclua um CTA: o call to action é um dos principais elementos em qualquer comunicação da sua empresa!
  • Use verbos no imperativo: eles ajudam a induzir o lead à ação desejada. Alguns exemplos são: “Confira”, “Experimente” ou “Garanta”.
  • Não abuse dos jargões: algumas frases de efeito podem fazer uma grande diferença! Mas não abuse delas, principalmente dos termos considerados clichês. Um acúmulo muito grande desse tipo de recurso empobrece o texto.

6. Prefira um layout e design mais “clean”

A mesma regra do texto vale para o layout: informação demais pode desviar a atenção do objetivo da newsletter, além de não ficar esteticamente legal.

Prefira os templates mais modernos e clean, com bastante espaçamento entre imagens e textos. Dessa forma, tudo tem o destaque que merece.

Não esqueça que a ActiveCampaign disponibiliza templates prontos, que você pode personalizar. Esse tipo de recurso agiliza muito o fluxo de trabalho.

7. Avalie o uso de imagens e vídeos

É sempre muito importante utilizar recursos visuais nas comunicações da sua empresa. Afinal, eles ajudam a atrair a atenção e deixam o texto muito mais chamativo.

No entanto, nas newsletters, é preciso tomar alguns cuidados.

Nem todos os leitores de emails exibirão imagens e vídeos da mesma forma. Por isso, é fundamental contar com templates que estejam codificados e construídos da maneira correta.

Além disso, outra dica é sempre realizar um disparo de teste para conferir se tudo está aparecendo como deveria.

8. Crie assunto de emails atrativos

Não adianta criar a newsletter mais bem estruturada e com conteúdo interessantíssimo se o usuário não abrir sua mensagem, não é mesmo?

Por isso, é preciso caprichar no título, garantindo que o email seja visto na caixa de entrada e instigue o leitor a abrí-lo.

Um bom título é curto e criativo, sem deixar de oferecer uma boa indicação sobre o conteúdo do email.

Dependendo do seu público alvo, você pode até mesmo utilizar emoticons no título. A grande maioria dos leitores de emails já suportam a exibição, e essa é uma ótima maneira de destacar seu email dos demais.

9. Não deixe de fazer testes A/B

Os testes A/B são comparativos de desempenho entre diferentes campanhas ou diferentes versões de uma campanha. Nas newsletters, esse tipo de acompanhamento é fundamental.

Você sabia que é possível aumentar sua taxa de conversão, apenas modificando alguns detalhes no texto ou layout dos emails?

Medir esse tipo de ação não seria possível sem os testes A/B.

Então, estabeleça seus indicadores mais importantes e metas, e continue realizando os testes de desempenho em todas as newsletters enviadas.

Aos poucos, você pode otimizar muito esse recurso e conseguir os melhores resultados.

Acompanhar o desempenho também ajuda a identificar problemas e entender melhor onde você deve investir seu tempo e dinheiro. Por isso, sempre monitore:

  • Taxa de recebimento;
  • Taxa de abertura;
  • Taxa de cliques;
  • Taxa de conversão.

Claro, contar com uma plataforma completa de email marketing é fundamental para realizar testes e acompanhar os relatórios! Comece a Fazer Envio de Newsletter Gratuito Com ActiveCampaign.

Quais Modelos de Newsletter São Melhores

modelos de newsletter

Como mencionamos anteriormente, a newsletter é uma ferramenta extremamente versátil. Justamente por poder tomar diversas formas, é muito comum que surjam dúvidas sobre qual é o melhor modelo para se usar.

É importante notar que não estamos nos referindo ao template. O design da sua newsletter sempre deve ser único, refletindo a identidade da marca.

Aqui, estamos falando do formato e tipo do conteúdo apresentado.

O modelo mais indicado para sua newsletter dependerá muito dos seus objetivos com ela. A seguir, você encontra duas situações onde o uso da newsletter é muito eficiente e que modelos podem ser aplicados nesses casos:

Newsletters promocionais

O modelo promocional é normalmente um boletim que visa promover produtos e serviços específicos. Ele também pode ser usado para divulgar eventos e promoções especiais.

Um exemplo muito comum é o envio de alguns produtos selecionados, organizados de maneira parecida ao que você encontra em lojas online.

O formato também pode ser usado para divulgar as características mais marcantes de um produto ou ofertas pontuais.

Veja a seguir alguns exemplos de newsletters promocionais:

newsletter exemplo 1

Newsletter promocional de um produto de nicho definido

newsletter exemplo 2

Newsletter promocional com vários itens em destaque

newsletter exemplo 3

Newsletter promocional sobre uma oferta especial de aniversário

Newsletters informativas

As newsletters informativas, por sua vez, tem foco em trazer informações e conteúdos para o usuário. Elas são estratégias perfeitas para a nutrição de leads!

Veja alguns exemplos desse modelo de newsletter:

newsletter exemplo 4

Newsletters com o resumo de eventos e novidades de um mês

newsletter exemplo 5

Newsletter trazendo conteúdos de um blog e anunciando o vencedor de um evento.

Conclusão

newsletter conclusao

A newsletter é uma forma eficiente e versátil de fazer email marketing.

Esse recurso pode ser utilizado em diferentes etapas do funil de vendas, sendo muito fácil de personalizar.

Uma boa newsletter contém informação exclusiva e relevante para seu leitor. Além disso, é enviada para as pessoas certas, na frequência certa.

Faça um planejamento detalhado, personalize a comunicação com foco no seu público alvo e nunca se esqueça de realizar os testes A/B para otimizar os resultados.

Certamente seus resultados serão cada dia melhores seguindo nosso guia.

Descobrir como criar uma estratégia perfeita para o envio das suas newsletters pode parecer uma tarefa muito difícil.

Mas com o conhecimento que você obteve nesse artigo e a ajuda de uma ferramenta confiável como a ActiveCampaign, certamente sua empresa pode ter sucesso nesse desafio.

Comece agora o nosso free trial

Nossa equipe está sempre pronta para ajudar! Por isso, se ficou com alguma dúvida, basta deixar sua pergunta nos comentários.

Um teste gratuito vale mais que mil palavras.

Comece hoje mesmo. Não precisa de cartão de crédito.