Tráfego pago: o que é, onde fazer e como fazer

Tráfego pago é um conceito muito importante para todas as empresas que possuem um site ou loja virtual e querem aumentar o seu número de visitantes.

Essa técnica ajuda um site a ganhar mais visibilidade por meio de anúncios espalhados pela internet em múltiplos canais de comunicação.

Apesar de ser uma ótima solução para aumentar o número de visitas do seu site, o tráfego pago não pode ser a única estratégia na qual a sua empresa aposta.

Na verdade, o ideal é fazer a conciliação entre tráfego orgânico e pago para conseguir otimizar os resultados atuando em duas frentes importantes do marketing digital.

Por esse motivo, hoje a ActiveCampaign vai mostrar tudo o que você precisa saber sobre tráfego pago, onde fazer, como fazer e muito mais. Boa leitura!

O que é tráfego pago?

Tráfego pago é toda aquela audiência de um site ou blog que é originada por meio de anúncios feitos em mecanismos de busca, como o Google, redes sociais, como Facebook e Instagram, e outros sites da internet.

Em outras palavras, tráfego pago é quando uma empresa paga para fazer anúncios que façam com que mais visitantes cheguem até a sua página.

Apesar de ser perfeitamente possível obter sucesso na economia digital apostando apenas em estratégias de crescimento orgânico, se você tem uma empresa, muitas vezes é preciso investir em anúncios para acelerar esse crescimento.

No fim do dia, a melhor estratégia é combinar o tráfego orgânico com o pago, atuando em todas as frentes e garantindo maior eficiência na sua estratégia de marketing.

Por esse motivo, também vale a pena você conhecer mais sobre outras estratégias, como o SEO ou o email marketing. 

Onde fazer tráfego pago?

onde fazer tráfego pago

É possível implementar estratégias de tráfego pago em diversas frentes na internet, desde redes sociais, como Facebook e Instagram, até serviços de streaming de vídeo, como o YouTube.

Confira a seguir as principais plataformas para fazer tráfego pago:

Facebook Ads

O Facebook Ads é uma das plataformas do Meta Business Suite, da Meta, a empresa que engloba algumas das maiores redes sociais do mundo, como o próprio Facebook, o Instagram e o WhatsApp.

Esse é um sistema de anúncios que inclui diferentes formatos nos diferentes veículos do grupo, incluindo tráfego pago no próprio Facebook, Messenger,Instagram e anúncios que podem ser direcionados para uma conversa no WhatsApp.

A plataforma de ads do próprio Facebook, contudo, é a mais famosa por permitir um grau maior de personalização.

Isso porque, como muitas pessoas dão informações de perfil ao Facebook, a empresa consegue analisar milhões de interações, comentários e cliques e segmentar sua audiência para que seus clientes possam fazer anúncios direcionados para um grupo específico.

Em outras palavras, por meio do Facebook Ads, é possível fazer anúncios assertivos que vão aparecer para as pessoas que mais tem chance de querer se relacionar com a sua marca.

Outra vantagem do Facebook para o tráfego pago é que a rede social possui um grande número ativo de usuários, fazendo com que os anúncios possam fazer combinações poderosas capazes de gerar resultados bem relevantes.

Google Ads

O Google Ads, por sua vez, é a plataforma de anúncios da Google, onde é possível criar anúncios de pesquisa, display, YouTube, Gmail e na Play Store.

Você com certeza já entrou em contato com algum anúncio feito no Google Ads, pois a grande maioria das pesquisas no buscador da empresa começa mostrando anúncios como resultado da pesquisa.

Esses são os anúncios de pesquisa, como você pode ver no exemplo abaixo:

exemplo de tráfego pago

Por outro lado, os banners em sites são um tipo de anúncio de display, onde as empresas mandam uma imagem nas especificações da empresa e colocam propagandas em blogs e outros sites parceiros.

Já os outros três métodos de anúncio no Google, ou seja, o YouTube, o Gmail e a Play Store, são autoexplicativos: os anúncios aparecem nesses três sites do Google.

No YouTube em forma de banners ou comerciais que interrompem o vídeo, no gmail como emails de anúncio, que aparecem antes dos principais emails, e na Play Store com o app da sua empresa aparecendo entre os principais resultados de busca e em recomendações.

Anúncios no YouTube

Como vimos no tópico anterior, os anúncios no YouTube podem ser feitos de várias formas: em comerciais que interrompem o vídeo, em banners localizados na estrutura do site, pop-ups que surgem durante o vídeo ou como recomendação no feed das pessoas que usam o app.

A cada dia, mais e mais pessoas assistem ao YouTube diariamente em redor do mundo, seja no computador, no celular ou na Smart TV.

Não importa qual a estratégia que você use para fazer anúncios no YouTube, é importante que você seja criativo, pois, especialmente os comerciais que interrompem o vídeo são como as antigas propagandas na televisão, então é preciso ser criativo.

LinkedIn Ads

O LinkedIn é uma plataforma muito maior do que somente um CV online. Na verdade, essa rede social profissional é bastante atrativa para anúncios, justamente porque o público que está na plataforma já está de olho em oportunidades de negócios ou aprendizado.

Por este motivo, o tráfego pago vindo pelo LinkedIn costuma ser um pouco mais caro do que as outras opções disponíveis.

Com o LinkedIn Ads, você vai vender justamente para um perfil mais profissional e capaz de valorizar o alto custo de um certo produto.

No entanto, dependendo da sua estratégia, pode valer a pena investir nessa rede social, especialmente se a sua empresa é um negócio B2B.

Instagram Ads

O Instagram é a rede social mais visual do mundo, pois conta com uma grande variedade de fotos, vídeos e anúncios diferentes.

Contudo, como é um app que faz parte da família Meta, você já deve ter percebido que todos os anúncios na plataforma conseguem ser bem direcionados para um público específico.

Isso porque, essa rede social, assim como o Facebook, conta com um algoritmo usa informações como cliques, buscas, impressões, curtidas e comentários para segmentar sua audiência e proporcionar anúncios personalizados.

Em resumo, o Instagram Ads é capaz de veicular anúncios tanto no feed de sua base de usuários, quanto nos Stories da rede social.

Os anúncios vêm em formato de fotos, vídeos, carrossel com sequência de fotos, entre outros.

Eles podem ser utilizados para gerar cliques, conversões, instalações de aplicativos, visualizações de vídeos, compras etc.

Por isso, é fundamental caprichar no visual dos seus anúncios no Instagram, pois você precisa de algo capaz de chamar a atenção das pessoas em uma rede que já é muito imagética.

Native Ads

Os Native Ads, por fim, não possuem um formato padrão de publicidade, aparecendo como conteúdo destacado ou recomendado dentro de portais, sites e blogs relevantes.

De maneira geral, eles não prejudicam a experiência das pessoas nos sites que visitam.

As plataformas de Native Ads são capazes de se adequar ao formato dos sites, escapando de um problema que pode acontecer com muitos anúncios: serem ignorados.

Isso porque o cérebro da pessoa que está interagindo com o conteúdo já está treinado a nem ver mais algumas áreas do site, justamente pelo uso indiscriminado de banners.

Como fazer o tráfego pago? Passo a passo

como fazer tráfego pago

Ficou com vontade de saber como fazer tráfego pago? Então confira o passo a passo a seguir:

Delimite a sua audiência (defina um público alvo)

Antes mesmo de começar o seu novo empreendimento, é preciso delimitar a sua audiência, ou seja, definir quem é o público alvo que você deseja atingir.

Você deve ter sempre em mente que atingir mais pessoas não significa necessariamente mais êxito na sua estratégia ou campanhas de marketing digital.

Na verdade, como vimos, hoje em dia existem várias tecnologias que permitem a segmentação de anúncios para que você encontre um público específico.

Se você não seguir essa lógica, vai acabar gastando mais exibindo anúncios para pessoas que tem chances baixíssimas de comprar seu produto ou contratar seu serviço.

Por isso, é fundamental que você estabeleça personas, ou seja, perfis de pessoas imaginárias da sua audiência, que representam o cliente ideal e bem específico.

Dessa forma, sua equipe de marketing vai conseguir fazer campanhas bem direcionadas e eficientes com muito mais assertividade.

Escolha os meios de comunicação adequados para sua audiência

Uma vez que você tenha estabelecido personas e definido bem quem é a sua audiência, você precisa entender em quais canais de comunicação essas pessoas estão.

Por exemplo, se você tem uma loja virtual de roupas, por exemplo, um ótimo lugar para fazer a sua estratégia de tráfego pago é o Instagram.

Isso porque essa é uma rede social focada nas imagens, o que a torna ideal para trazer uma grande variedade de potenciais clientes para o seu site.

Já se você possui uma empresa B2B, ou seja, onde o foco está em vender para outras empresas, então apostar no LinkedIn pode ser uma opção mais adequada.

Afinal, você vai encontrar potenciais clientes (sejam eles donos de empresas ou colaboradores de um determinado setor) com mais facilidade. 

Crie anúncios claros, verdadeiros e chamativos

Uma regra de ouro na criação de anúncios para tráfego pago é que os anúncios devem ser claros e verdadeiros, ou seja, as informações devem ser facilmente interpretáveis e as informações devem ser legítimas.

Não cumprir com o que foi prometido em um anúncio é um dos piores erros que qualquer empresa de qualquer segmento pode cometer.

A propaganda enganosa é prejudicial, pois é muito mal vista pelas pessoas, que podem acabar rejeitando a sua marca e até mesmo denunciar a sua empresa.

Portanto, certifique-se de que a página de destino do anúncio realmente oferece o que a pessoa está esperando ao clicar no anúncio e tente fugir de um tom muito apelativo, que pode ser visto por parte da audiência como enganoso.

Além disso, tenha em mente o que exatamente você espera que as pessoas façam ao clicar no anúncio, se é preencher um cadastro, assistir a um vídeo, efetuar uma compra, entre outros.

O esperado deve ser bem claro para que a pessoa interagindo com o anúncio não tenha dúvidas e para que a empresa alcance seus objetivos.

Qual a diferença entre tráfego pago e orgânico?

diferença entre tráfego pago e orgânico

A principal diferença entre tráfego orgânico e pago é que o tráfego pago, como o próprio nome já indica, é pago pelas empresas em forma de anúncios, enquanto o tráfego orgânico mede o número de visitas e interações conquistadas sem anúncios.

Enquanto o tráfego pago consegue trazer um resultado rápido e no curto prazo, o tráfego orgânico é uma estratégia mais lenta, mas que garante uma audiência mais fiel e engajada.

O ideal é não focar em apenas uma das duas estratégias, mas trabalhar nas duas frentes, sempre testando as campanhas que funcionam e as que não vão tão bem assim.

Por que investir em tráfego pago?

Como vimos em outros momentos deste texto, o ideal é que uma empresa invista nas duas frentes de atuação: tanto no tráfego pago, quanto no orgânico.

Isso porque as duas estratégias são complementares e oferecem dados e insights interessantes para sua equipe de marketing.

Confira a seguir algumas das principais razões para investir em tráfego pago:

  • melhora a divulgação de ações específicas: o tráfego pago é capaz de trazer um grande número de pessoas novas para sua empresa, então é ideal para momentos como o lançamento de um novo produto ou material exclusivo, por exemplo;
  • ajuda a conseguir visibilidade rápido: o tráfego pago é a forma mais rápida de colocar o nome da sua marca no topo das buscas, pois você aumenta a visibilidade de seu negócio consideravelmente atingindo milhares de pessoas de uma só vez;
  • amplia sua taxa de conversão: o tráfego pago é uma forma eficiente de impactar leads que estão na última fase do funil de vendas, pois é possível entregar o conteúdo e a solução correta para cada pessoa no momento de busca.

Quando fazer tráfego pago?

Confira agora os principais momentos para fazer o tráfego pago na sua empresa:

Lançamentos

Os lançamentos de novos produtos é um ótimo momento para apostar no tráfego pago, pois é uma forma de atingir um grande número de pessoas rapidamente.

Promoções

Promoções especiais, como dia das mães, dia dos namorados, Natal ou Black Friday, por exemplo, também são ótimos momentos para apostar em tráfego pago, pois ele atinge um grande número de pessoas muito rapidamente.

Remarketing

O tráfego pago também é uma carta muito interessante para ser usada em situações de remarketing, pois é capaz de recuperar a atenção de potenciais clientes que, em algum momento, tiveram contato com a marca, mas não fecharam negócio por qualquer motivo.

É um tipo de anúncio mais efetivo do que os demais, pois aparece somente para pessoas que já demonstraram interesse anteriormente. 

Divulgação de conteúdo

Usar o tráfego pago para divulgar o conteúdo que a sua empresa produz como parte da sua estratégia de inbound marketing também é muito interessante.

Você precisa, entretanto, utilizar muito bem as métricas e indicadores para entender quais fatores estão afetando o desempenho do conteúdo em si. 

Geração de leads

Por fim, o tráfego pago é uma ferramenta fundamental para empresas que desejam gerar mais leads e aumentar a sua base de contatos. 

É por meio dos anúncios de tráfego pago que você vai conseguir fazer com que pessoas cliquem em landing pages e preencham formulários de inscrição em listas de emails.

Uma vez que você tenha esses contatos em mãos, pode começar a aplicar estratégias de email marketing para convencer as pessoas a comprar com você.

Acompanhe seus leads com o CRM da ActiveCampaign!

Conclusão

importância do tráfego pago

O tráfego pago é parte importante de qualquer estratégia de marketing digital bem sucedida, pois ele é capaz de fazer com que um grande número de pessoas entre em contato com a sua marca por meio de anúncios nos mais diversos meios de comunicação online.

Trata-se de uma inciativa altamente eficaz, pois pode ser feita de maneira segmentada, onde as suas campanhas atingem uma audiência específica e mais propensa a comprar.

Entretanto, você não deve apostar somente nessa estratégia. Na verdade, é preciso combinar o tráfego pago com o orgânico, atuando em duas frentes.

Dessa forma, você vai conseguir gerar mais leads e qualificá-los com o tempo, aumentando as suas chances de upsells e a conquista de clientes fiéis.

E uma das melhores formas de conquistar a fidelidade de seus clientes é proporcionando uma experiência do cliente inesquecível e você pode fazer isso com soluções de CRM, por exemplo. Comece a sua avaliação gratuita do CRM da ActiveCampaign agora mesmo!

Comment section