Plataformas de ecommerce: saiba escolher a melhor para seu negócio

Plataformas de ecommerce: saiba escolher a melhor para seu negócio

Plataformas de ecommerce são uma das ferramentas mais importantes para quem pretende fazer vendas online.

Cada vez mais, as lojas online fazem parte do dia a dia do consumidor. Afinal, com a rotina corrida de hoje em dia, poucas pessoas têm tempo de ir até lojas físicas. Isso, é claro, representa um mundo de oportunidades para empreendedores.

E são justamente as plataformas que permitem que você monte uma loja online com mais facilidade. Essas ferramentas já incluem plugins para receber pagamentos via cartão, por exemplo. E também já contam com as certificações de segurança necessárias.

Mas qual é a melhor opção entre as plataformas de ecommerce? O que você precisa saber para escolher a ferramenta ideal para seu negócio?

Nesse artigo, você encontra um guia completo para não errar nessa escolha e aproveitar todo potencial das plataformas de ecommerce. Vamos falar sobre:

  • O que são plataformas de ecommerce?
  • Quais os tipos de lojas virtuais?
  • Quais são as vantagens de usar uma plataforma de ecommerce?
  • Quais são as principais plataformas de ecommerce no Brasil?
  • Quais recursos procurar em uma plataforma de ecommerce?
  • Como escolher uma plataforma de ecommerce?
  • Vale a pena investir em uma plataforma de ecommerce?

Boa leitura!

O que são plataformas de ecommerce?

As plataformas de ecommerce são ferramentas que reúnem todos os recursos técnicos que um site precisa para funcionar como loja online. Embora possa parecer simples do ponto de vista de quem está comprando com você, existe muito trabalho por trás das lojas online.

Estamos falando de um sistema projeto para vendas digitais. Sendo assim, ela terá funções como cadastrar produtos e suas descrições, fazer gestão de estoque, calcular preços do carrinho e do frete e processar pagamentos.

E esses são apenas alguns exemplos. Mas já para entender como fazer tudo isso do zero seria muito difícil, sem mencionar custoso. Ou seja, essas plataformas aparecem então como uma solução para simplificar a criação de um empreendimento.

O interessante é que, na maioria das vezes, essas plataformas também oferecem recursos de personalização no ambiente online de uma loja, fazendo com que ela dialogue com a identidade da sua marca e se adeque ao seu nicho de mercado.

Juntamente com isso, além da administração das vendas, ela pode apresentar funcionalidades para colaborar no relacionamento com os clientes.

Tipos de lojas virtuais

Quando pensamos em ecommerce, é comum que a mente vá direto para as lojas de estoque próprio. No entanto, essa não é a sua única opção.O modelo de negócio baseado em dropshipping vem ganhando muita popularidade.

Por isso, vamos apresentar esses dois formatos para que você possa entender como cada operação acontece.

Estoque próprio

Nesse modelo de loja virtual, quem faz a gestão do estoque é sua empresa. Ou seja, você lida com a compra, armazenamento e envio dos itens.

No entanto, manter um estoque físico pode ser bem complicado — e custoso — para quem está começando. Da mesma forma, se você trabalha com produção própria, é responsável por gerenciar todos os processos produtivos dos seus itens.

Mas é interessante pensar que, se você atua sob demanda, por exemplo, o estoque tende a ser mais baixo. Afinal, toda compra de materiais é uma venda. 

Dropshipping

O dropshipping é uma estratégia de gestão de estoque na qual sua marca oferta e comercializa produtos que estão no estoque do fornecedor.

Ou seja, quando uma venda é realizada, você fará um pedido ao fornecedor, que lidará com o envio do produto. Embora ele seja quem faça o envio, todo o contato e responsabilidade com o cliente ficam em suas mãos.

A principal vantagem é que você pode se concentrar no seu core business. Além disso, não terá gastos com o estoque e não precisará lidar com o processo de envio.

Tipos de plataforma de ecommerce

tipos de plataforma de ecommerce

Há dois formatos de plataformas que são oferecidos aos empreendedores. Existe tanto a opção gratuita — chamada também de open source — como uma opção paga. Vamos entender cada uma delas?

Plataforma open source

A gratuidade da plataforma open source acontece porque ela possui códigos abertos. Isso é interessante para quem está criando sua loja virtual. Isso pode ser positivo pois

No entanto, ser de graça também vem com um outro tipo de preço: códigos disponibilizados abertamente deixam o sistema mais exposto. Ou seja, fica bem mais fácil com que a plataforma sofra com possíveis invasões. E isso é bem negativo para a segurança da loja.

Além disso, vale dizer também que nem sempre não há custos, pois é preciso arcar com gastos da equipe de desenvolvimento, caso você não tenha facilidade com programação. E, junto a isso, vem também o gasto com a hospedagem do site, que sempre existe.

Plataforma licenciada

As plataformas licenciadas são as mais comuns em grandes empresas e, diferentemente do primeiro caso, são pagas. Elas costumam ser uma assinatura que a loja contrata para ter acesso aos códigos-fonte.

Assim como o primeiro tipo de plataforma, é essencial ter uma equipe de TI responsável por realizar a manutenção da loja virtual. O lado positivo daqui é que fica mais fácil ter acesso às atualizações para correção de falhas.

Quais são as vantagens de usar uma plataforma de ecommerce?

vantagens de usar uma plataforma de ecommerce

Você já deve estar percebendo que usar uma plataforma de ecommerce é fundamental para estruturar bem suas vendas no meio online. Mas aqui vamos detalhar ainda mais os benefícios de investir. Acompanhe nos próximos tópicos!

Sem plataformas de ecommerce, fazer uma venda online é bem complicado. Imagina ter que criar um sistema de pagamento, um carrinho de compras e outros detalhes que envolvem o processo? Isso pode levar muito tempo.

Com plataformas, é possível automatizar essa parte da operação, o que aumenta as chances de vender mais e evita problemas como a perda de pedidos.

Automação do processo de vendas

Sem plataformas de ecommerce, fazer uma venda online é bem complicado. Imagina ter que criar um sistema de pagamento, um carrinho de compras e outros detalhes que envolvem o processo? Isso pode levar muito tempo.

Aqui, um ponto facilitador também é a gestão de estoque dos produtos vendidos. Como os itens são cadastrados, as saídas são contabilizadas automaticamente.

Isso facilita a compra de mais produtos quando certo item chegar no estoque de segurança e também o ajuste de informações nas categorias e subcategorias do menu.

Com plataformas, é possível automatizar as vendas, o que aumenta as chances de vender mais e evita problemas como a perda de pedidos.

Recuperação de carrinhos abandonados

Outro grande benefício das plataformas de ecommerce é que elas possibilitam a recuperação dos carrinhos abandonados. Ou seja, neles você consegue ter acesso às informações sobre todos os pedidos que estavam prontos para serem finalizados, mas não foram.

Com isso, fica mais fácil enviar email marketing para recuperar essas vendas. E ao integrar com uma plataforma de automação de marketing, você pode personalizar as mensagens e ativar disparos automáticos para lembrar o consumidor dos itens pelos quais ele se interessou.

Além disso, se fica mais fácil mapear a jornada desse potencial cliente, é possível ainda se concentrar em melhorias no processo de compra para que o problema não volte a acontecer com outros usuários no futuro.

Ajustes de frete e de opções de meios de pagamento mais atrativas dentro da plataforma também pode ajudar na recuperação de carrinho.

Integração de canais de vendas

Usar plataformas de ecommerce também facilita a integração com diversos canais de vendas, afinal, elas já contam com integrações prontas.

Por exemplo, é possível vender pelo Facebook e Instagram, WhatsApp, plataformas de marketplace, entre outros. Essa prática amplia as possibilidades de exposição dos seus produtos.

Isso é especialmente importante dentro de um contexto de omnicanalidade dos novos consumidores, onde é necessário oferecer uma experiência de compra consistente por meio de todos os canais disponíveis.

Com isso, você pode melhorar tanto a experiência do cliente quanto as chances dessas pessoas se tornarem consumidores fiéis da marca.

Controle financeiro da loja virtual

Ainda seguindo com as vantagens das plataformas de ecommerce, é importante lembrar que elas também facilitam o controle financeiro.

Nelas você pode verificar se houve alguma devolução, quais foram os produtos mais vendidos e baseando nisso calcular impostos a serem pagos, assim como outras questões contábeis.

Com plataformas de ecommerce, fica bem mais fácil controlar todos esses dados, acessar relatórios importantes e tomar decisões mais assertivas para o negócio.

Métricas e relatórios detalhados

Finalmente, plataformas de ecommerce também permitem acessar métricas e relatórios detalhados sobre os processos da loja.

Você consegue ver todos os passos do cliente, desde o primeiro contato até a compra final. Assim fica mais simples saber quais partes do site podem ser melhoradas para aumentar as vendas.

Alguns desses exemplos são: tempo médio usado para completar uma compra, taxa de conversão, número de visitantes únicos e abandono em determinada etapa do processo.

Essas informações são essenciais para conhecer melhor o comportamento do seu público e desenvolver um site que atenda plenamente às necessidades dos usuários.

Quais são as principais plataformas de ecommerce?

Depois de falarmos sobre os ganhos de investir nas plataformas, chega a hora da gente apresentar as melhores opções do mercado. Elas atendem a todos os gostos. Algumas são bastante simples. Outras, completamente customizáveis.

Pensando nos diferentes negócios, preparamos uma lista com algumas plataformas de ecommerce populares no Brasil. Acompanhe!

Shopify

plataforma de ecommerce shopify

Conhecido por ser uma plataforma de ecommerce acessível e fácil de usar, o Shopify é muito popular. Isso se deve, principalmente, à disponibilidade de modelos prontos para lojas.

Ou seja, a principal vantagem do Shopify é que ele permite que sua loja seja configurada o mais rápido possível, acelerando seu lançamento.

Ele também cria lojas com design responsivo. Isso é, que funcionam bem tanto em telas de smartphones e tablets quanto de computadores.

A plataforma funciona por assinatura. No entanto, você conta com um período de testes gratuitos para ter certeza de que essa é a melhor opção para você. Outra vantagem: o Shopify possui integração completa com a plataforma da ActiveCampaign.

BigCommerce

O BigCommerce é uma solução “tudo-em-um” para ecommerce. Isso significa que você não precisa se preocupar com hospedagem e domínio, por exemplo. O único passo é se cadastrar no site da plataforma e começar a montar sua loja online.

Mesmo com opções robustas de personalização e gestão, essa é ainda uma boa opção para quem quer começar rápido. Além disso, a plataforma conta com ótima escalabilidade.

Ainda, você pode realizar a automação de marketing com muita facilidade. Isso se dá porque o BigCommerce também conta com integração completa com a plataforma da ActiveCampaign.

Square

Um dos maiores nomes no mercado, o Square é uma plataforma poderosa e intuitiva para ecommerce.

Além da interface fácil de usar, você conta com benefícios como domínio grátis, espaço ilimitado para armazenamento (host), gerenciamento de estoque e design responsivo.

Automatizar o marketing e outras comunicações também é simples, já que a plataforma possui integração completa com a ActiveCampaign.

Outra grande vantagem é que a empresa traz planos voltados para pequenos negócios. Isso permite que você comece investindo pouco e melhore o plano conforme sua empresa crescer.

Magento

Versátil e robusto, o Magento é uma das plataformas de ecommerce mais utilizadas no mundo inteiro. Ele possui mais de 240 mil lojas publicadas, incluindo gigantes como Adidas, Burger King, Nike, Samsung, Saraiva, Riachuelo e Coca-Cola.

Trata-se de uma plataforma flexível e altamente customizável. Justamente por isso, no entanto, muitas pessoas acham o Magento um pouco complexo demais.

Se você busca uma plataforma segura e personalizável, essa é uma boa opção.

Wix

O Wix é uma plataforma destinada a pessoas que não possuem muita experiência com desenvolvimento. É otimizado para plataformas móveis, além de contar com um editor fácil de usar.

Ele também conta com um sistema para gerenciamento dos pagamentos e acompanhamento de entregas. Os plugins para pagamento permitem muitas opções, inclusive o uso de cupons de desconto.

WooCommerce

Woocommerce é uma das plataformas de ecommerce mais utilizadas do mundo. O grande diferencial dessa opção é que se trata de um plugin para WordPress. Ou seja, transforma a plataforma de gestão de conteúdo em uma loja online completa.

Essa é uma opção simples, de fácil utilização e personalização rápida. Outra enorme vantagem é que tanto o plugin quanto o WordPress podem ser utilizados gratuitamente.

Ela também conta com opções de integração com diversas ferramentas importantes, como ActiveCampaign.

Drupal

O Drupal é um framework de desenvolvimento web voltada para quem já possui conhecimentos em desenvolvimento. Trata-se também de uma ferramenta mais barata que as demais.

Como é de código aberto, ela permite uma personalização mais detalhada para sua loja virtual. No entanto, não é tão complexo: os módulos são de fácil instalação.

Tray

A Tray é uma das empresas mais tradicionais da área de ecommerce, com mais de 15 anos de mercado. Ela oferece planos para pequenas e grandes empresas.

Você terá acesso a vários modelos prontos e adaptados para mobile, perfeitos para quem não tem muita experiência em desenvolvimento. Mas, se você preferir, também pode personalizar a loja mais detalhadamente, já que a ferramenta oferece acesso ao código fonte.

Uma experiente empresa na área do ecommerce, o Tray já possui 15 anos de história auxiliando empresas a montarem suas lojas virtuais.

A plataforma conta com planos que servem tanto a pequenas quanto grandes empresas, além de poder ser integradas aos sistemas de marketplace de grandes redes varejistas, permitindo colocar seus produtos à venda nelas.

Ezcommerce

O Ezcommerce também é muito popular entre varejistas. Seu maior destaque são as possibilidades de integração.

Essa plataforma funciona em conjunto com os principais gestores de conteúdo. Além disso, permite que o usuário trabalhe no sistema de marketplace ou simplesmente crie sua loja por meio do Mercado Livre.

O Ezcommerce oferece muitas opções de personalização. Outro diferencial é seu motor de busca interno, que encontra produtos mesmo quando o usuário digita com erros.

Vtex

A Vtex é uma ferramenta de ecommerce na nuvem. Ou seja, oferece soluções para lojas virtuais utilizando tecnologia de armazenamento remoto. Isso permite, por exemplo, que você possa configurar sua loja de qualquer lugar ou dispositivo.

Alguns dos diferenciais dessa opção são os pagamentos que incluem frete e a integração com o sistema de SmartCheckout. 

Nuvemshop

A Nuvemshop é uma plataforma que, apesar de robusta, é muito fácil de usar. O maior destaque é que ela conta com integração completa com as maiores soluções para envios e pagamentos do mercado, incluindo:

  • Correios;
  • Envio Fácil,
  • Mercado Envios;
  • Wirecard;
  • Paypal;
  • PagSeguro;
  • Mercado Pago.

Ela também funciona em conjunto com ferramentas de marketing social (Facebook Store e Instagram Shopping). Além disso, você tem acesso a templates prontos que podem ser personalizados facilmente.

Opencart

O OpenCart oferece muitas funções e possibilidades de personalização. Apesar disso, o painel de controle é moderno e intuitivo. E o melhor: oferece de maneira simples toda a informação que você precisa para tirar o máximo da sua loja online.

Essa plataforma também possui funções de SEO integradas. Você encontra temas prontos e uma grande variedade de plugins para utilizar na sua loja.

O OpenCart é uma excelente opção para quem procura uma plataforma fácil de usar. Infelizmente, ela não tem tantos recursos quanto outras plataformas de ecommerce. No entanto, se você está lançando sua loja online, certamente terá tudo que precisa para começar.

Weebly

Weebly se destaca por ser uma plataforma de ecommerce intuitiva, que oferece a você um vasto controle sobre suas mercadorias, seja gerenciar produtos, carrinhos de compras ou calcular impostos.

Além disso, ela inova tecnologia para facilitar o envio das mercadorias e garantir um bom controle do estoque. O destaque também vai para o aplicativo mobile. Assim, você consegue acompanhar tudo que acontece no seu negócio virtual por meio do smartphone ou tablet.

Bagy

A Bagy também é destaque pelo foco no mobile. O aplicativo, disponível para Android e iOS, permite que sua loja consiga gerenciar tudo por lá, desde a montagem até o pós-venda.

Se você busca praticidade e quer ser capaz de administrar sua loja por meio de um app em seu smartphone, vale a pena conferir os diferenciais e planos do Bagy.

Cartpanda

O Cartpanda também é uma boa opção para criar uma loja virtual com facilidade. Os diferenciais dessa plataforma são o checkout transparente de 1-página, upsell de 1-clique e a possibilidade de oferecer crosselling no momento da compra.

Esse é um dos checkouts mais flexíveis do Brasil, oferecendo uma integração com a Shopify.Ela é também uma opção de plataforma de ecommerce escalável. Por isso, conta com planos mais simples e mais robustos e completos para suportar diferentes tamanhos de lojas.

Jumpseller

Para fechar, tem também a plataforma Jumpseller. Ela é ideal para quem busca integração de canais de vendas para o seu ecommerce, incluindo loja virtual, Facebook Commerce, Google Shopping e Instagram Shopping.

Esta plataforma de ecommerce oferece aos usuários um serviço completo com uma ampla seleção de temas, os gateways e formas de pagamento mais utilizados no mercado atualmente.

Além disso, tem várias opções rápidas e seguras para envio dos produtos adquiridos, além de outros benefícios.

Quais recursos procurar em uma plataforma de ecommerce?

recursos de uma plataforma de ecommerce

Existem algumas características essenciais nas plataformas de ecommerce. Elas são importantes para o sucesso da sua loja.Por isso, a maioria das empresas escolhe procurar por os recursos que iremos falar a seguir!

SEO

SEO significa Search Engine Optimization. Trata-se de um conjunto de ferramentas e estratégias que permite que seu site seja localizado por mecanismos de busca com mais facilidade.

Plataformas de ecommerce podem ser funcionalidades voltadas para SEO, como tags, meta descrições, títulos e imagens otimizadas.

Marketing digital

De nada adianta montar um ecommerce incrível se seu público alvo não encontrar ou conhecer a loja. Ao escolher sua plataforma de ecommerce, não deixe de procurar por funções que facilitem a divulgação da sua empresa ou produto.

Ou melhor ainda, escolha uma plataforma que ofereça integração completa com uma ferramenta de marketing digital avançada, como ActiveCampaign.

Integrações

Falando nas integrações, é muito importante escolher plataformas de ecommerce que funcionem bem com outras ferramentas que você já utiliza. Seja o seu gestor de conteúdo, métodos de envio e pagamento ou plataforma de marketing digital.

Assim, você garante que está obtendo o melhor desempenho possível e diminui o volume de trabalho para sua equipe.

CRM

O CRM, ou Customer Relationship Management, é atualmente uma das mais importantes estratégias de gestão para empresas de todos os setores. Com funções de CRM na sua plataforma de ecommerce, você pode melhorar — e muito — o desempenho de vendas.

Por exemplo, é possível:

  • fazer sugestões de produtos de acordo com compras ou buscas anteriores;
  • recuperar carrinhos abandonados;
  • avisar o cliente sobre novidades que podem interessar a ele;
  • entender melhor o perfil do seu público.

ERP

ERP é a sigla para Enterprise Resource Planning ou Sistema Integrado de Gestão Empresarial. Trata-se de uma ferramenta que visa melhorar a gestão das empresas, automatizando os processos e integrando as atividades.

Mídias sociais

Hoje em dia, a maioria dos consumidores utiliza as redes sociais para encontrar recomendações e manter contato com empresas.

Por isso, é fundamental que a sua plataforma de ecommerce possibilita compartilhamento e outras integrações com redes sociais.

Google

O Google, há muito tempo, deixou de ser apenas um mecanismo de busca. A empresa oferece muitas ferramentas importantes para empresas, e sua plataforma de ecommerce deve permitir essa integração.

Alguns exemplos são os Ads, o acompanhamento de dados com o Analytics e as avaliações no Google Negócios.

Como escolher uma plataforma de ecommerce?

como escolher uma plataforma de ecommerce

Antes de mais nada, se você está procurando a melhor plataforma de ecommerce para começar seu negócio, preferir a simplicidade pode ser uma boa. Opções menos robustas costumam ser mais intuitivas e mais baratas. Por exemplo, plataformas como o Shopify, Woocommerce e Wix.

No entanto, existem outros tipos de critérios interessantes para considerar. Confira algumas outras dicas importantes para escolher certo, tendo em mente as características da sua empresa:

  • investimento: considere o preço da ferramenta e se ele se enquadra no seu orçamento;
  • tipo de empresa: você vai encontrar desde opções para microempresas até as que atendem aos gigantes do mercado;
  • referência de outras lojas: fazer uma pesquisa prévia pode ajudar a entender quais são os recursos mais interessantes para você;
  • facilidade de uso: você é experiente com desenvolvimento e design web, ou precisa de uma opção com modelos prontos e um painel mais intuitivo?
  • extensões: a plataforma permite o uso dos plugins e ferramentas que você precisa?
  • pagamento integrado: os métodos de pagamento aceitos pela sua loja são suportados pela plataforma?
  • gerenciamento de cupons: é possível aplicar descontos e outros códigos promocionais direto no carrinho?
  • mobile: os layouts são adaptados para visualização em smartphones e tablets?
  • integrações com redes sociais: é possível compartilhar produtos ou encontrar reviews direto da loja online?

E se o fornecedor da plataforma quebrar ou sair do mercado?

Optando por uma das plataformas nesse artigo, esse risco é bem pequeno. Isso acontece porque se tratam de empresas que já estão no mercado há um bom tempo, e estão estabelecidas.

No entanto, se você está preocupado com isso, existem duas medidas que você pode tomar:

  • serviços de backup dos dados;
  • plataformas de ecommerce com opções de migração.

Na maioria das ferramentas atualmente, essas duas funcionalidades estão presentes. Então, é possível migrar sua loja de uma plataforma para outra caso você não esteja satisfeito com os serviços.

Vale a pena investir em uma plataforma de ecommerce?

Sim, investir em uma plataforma de ecommerce é a melhor maneira de dar segurança a sua loja virtual. E somente com ela você vai garantir sucesso em um meio tão promissor e, ao mesmo tempo, competitivo.

Ter a possibilidade de contar com os recursos certos para gerenciar seus clientes, produtos e pagamentos é muito importante.

Além disso, plataformas específicas também oferecem outros benefícios, como mecanismos de busca eficazes, integrações para plataformas de marketing digital, segurança avançada e muitos outros.

Conclusão

Escolher entre tantas opções de plataformas de ecommerce pode ser um grande desafio. No entanto, essa variedade também significa que certamente existe uma ferramenta que se adequa perfeitamente ao seu modelo de negócio.

Nesse guia completo, você conheceu as principais plataformas de ecommerce do mercado. Além disso, aprendeu sobre os recursos fundamentais que você deve buscar ao escolher a melhor ferramenta para você.

Mas não esqueça: ActiveCampaign oferece integração com todas as principais ferramentas de ecommerce disponíveis. Assim, você pode automatizar processos como recuperação de carrinhos abandonados ou envio de newsletters personalizadas.

Aproveite para testar gratuitamente nossa plataforma por 14 dias!