Quais são as etapas do processo de marketing? Descubra e aplique

etapas do processo de marketing

Toda empresa que quer crescer precisa contar com planejamento no setor de marketing. É isso que vai fazer com que a empresa ganhe visibilidade e passe a vender mais seu produto ou serviço.

Mas quais são as etapas do processo de marketing? E como criar um processo eficiente para sua marca? Essas são as duas perguntas mais importantes que os empreendedores devem se perguntar quando o assunto é divulgar sua empresa.

Mas se você ainda não tem essas respostas, pode ficar tranquilo. Ao longo do texto vamos falar exatamente sobre isso, além de apresentar as ferramentas essenciais para o marketing digital. Boa leitura!

O que é o processo de marketing?

O processo de marketing é uma estratégia para ajudar a sua empresa a atingir seus objetivos. É um conjunto de passos para que os seus esforços sejam direcionados às suas metas, gerando os resultados esperados.

A verdade é que nenhuma área consegue sobreviver se não tiver processos bem definidos. Por meio dele, as empresas conseguem conhecer suas próprias estruturas, seu público-alvo e o mercado.

Portanto, trata-se de um conjunto de ações contínuas que envolvem análise, planejamento, implementação e monitoramento.

A partir disso, então, as empresas conseguem entregar produtos e serviços que realmente façam sentido para os seus consumidores, além de captar e atrair o público mais adequado.

Embora não envolva apenas planejamento, as etapas do processo também tem uma forte relação com o plano de marketing da empresa, que é um documento que detalha todos os processos de marketing que serão seguidos.

Como funcionam as etapas do processo de marketing?

As etapas do processo de marketing funcionam a partir de um contexto cíclico. Isso significa que não há nada permanente e tudo precisa ser constantemente revisitado durante um intervalo de tempo estabelecido, muitas vezes, pelo plano de marketing.

É interessante pensar também que o próprio funcionamento do marketing pode se confundir com o processo. Na visão de Jay Conrad Levinson, criador do conceito de Marketing de Guerrilha:

“O marketing não é um evento, mas um processo. Ele tem começo e meio, mas nunca um fim, pois se trata de um processo. Você o melhora, aperfeiçoa, altera, até mesmo o pausa. Mas você nunca para completamente.”

Ou seja, é um processo que precisa ser constantemente aperfeiçoado para atender às mudanças de mercado.

Embora o marketing seja visto como somente campanhas publicitárias, na verdade, ele é a construção do negócio como um todo, reunindo as estratégias fundamentais para tornar rentável.

É por isso que aqui entra o marketing estratégico, tático e operacional. Mas entre os agentes mais fundamentais desse setor, podemos destacar:

  • produto;
  • preço;
  • canais de divulgação;
  • posicionamento;
  • público-alvo;
  • concorrência;
  • pesquisa de mercado;
  • segmentação;
  • comunicação.

Esses são os principais elementos que, no processo de marketing, são integrados durante as etapas para criar uma estratégia eficiente.

Quais são as 4 etapas do marketing?

as quatro etapas principais do marketing

As 4 etapas do marketing são análise, planejamento, implementação e monitoramento. Mas o que cada uma delas significa na prática? É isso que vamos ver nos tópicos a seguir!

Análise

A primeira etapa do processo de marketing é a análise. Tudo começa avaliando a situação atual.

Portanto, essa fase serve, como o nome sugere, para analisar as informações existentes sobre o mercado, como dados econômicos, tendências da indústria, público-alvo, canais de divulgação.

Esse é o momento de pesquisa, no qual a equipe de marketing deve levantar todos os dados que terão relevância para estruturar o marketing da empresa. Obviamente, você precisa avaliar tanto o seu negócio como o da sua concorrência.

Uma das ferramentas mais famosas para avaliar todo o quadro do negócio é a análise SWOT. Ela é uma matriz simples, mas bastante eficiente. Cada letra é um aspecto importante sobre o negócio:

  • strengths ou forças: são os pontos de vantagem da sua empresa em relação à concorrência dela;
  • weaknesses ou fraquezas: consistem nos pontos de desvantagem que seu negócio possui em quando comparada a sua concorrência
  • opportunities ou oportunidades: envolvem os fatores externos positivos para o seu empreendimento;
  • threats ou ameaças: diz respeito aos fatores externos que vão impactar negativamente o seu negócio.

Você deve reunir os pontos de destaque para cada uma dessas avaliações e, assim, criar a sua matriz SWOT.

Planejamento

Feita uma análise bem detalhada, você deve seguir para o planejamento. É aqui que os objetivos de marketing são estabelecidos e definidas as estratégias para alcançá-las.

Basicamente, esse é o momento de colocar todas as propostas no papel e entender o que vai ser feito para obter os resultados desejados. Traçar os KPIs (Key Performance Indicators) vai ser de suma importância.

Como dá para perceber, estamos falando de uma etapa bastante estratégica. No geral, existem três caminhos que as empresas optam na hora de se planejar:

  • diferenciação: envolve escolher um benefício do produto ou serviço que é valorizado pelo público-alvo e trazer algo ainda melhor, inclusive, em relação aos concorrentes;
  • liderança em custos: a empresa deve aproveitar uma vantagem produtiva para competir com preços abaixo dos concorrentes;
  • foco: aqui você deve escolher uma das estratégias acima e aproveitá-la dentro de um nicho de mercado bem definido e exclusivo.

Depois de escolher uma das abordagens, avalia quais serão as ferramentas de marketing que vão torná-la possível. 

Também é importante dimensionar o orçamento necessário durante o planejamento dos processos de marketing, pois sem isso, não é possível chegar na etapa seguinte.

Implementação

Nesta etapa do processo de marketing, as estratégias estabelecidas na fase anterior são colocadas em prática. É basicamente a hora de começar a produzir conteúdos, lançar os anúncios, usar as ferramentas de divulgação previstas.

É aqui que tudo começa a sair do papel para entrar na prática. A execução precisa acontecer dentro do prazo estipulado, com as ferramentas corretas, dentro do orçamento e com os responsáveis adequados.

Claro que é fundamental seguir tudo o planejado mas, no momento prático, também pode ser que adaptações precisam ser feitas. Isso é importante porque só na execução você vai conseguir entender se o planejamento realmente está sendo a melhor solução.

Além disso, podem aparecer imprevistos que exigem mudanças no roteiro. Por essa razão também, lembre-se de documentar todas as atividades, pois é isso que vai ser usado na próxima fase.

Monitoramento

quais são as etapas do processo de marketing digital

O processo de marketing não termina com a parte prática. É importante realizar o monitoramento para ver se as estratégias definidas foram eficientes e se os objetivos foram alcançados.

Aqui é o momento em que toda a documentação vai ser imprescindível, pois a partir dos dados obtidos é que você vai conseguir avaliar seus processos.

A definição dos KPIs na etapa de planejamento também é essencial aqui, pois eles podem ser finalmente mensurados.

Sendo assim, o resultado prático do que foi planejado também é fundamental para as próximas campanhas, que vão poder se basear na experiência construída.

Além disso, o monitoramento também pode acontecer em tempo real e, assim, facilita perceber qualquer mudança no mercado.

Dicas de como criar um processo de marketing eficiente para sua marca

Apesar de já termos apresentado as etapas do processo, há uma série de dicas que podem contribuir quando o assunto é aumentar a eficiência da sua marca. Pensando nisso, reunimos algumas aqui. Vamos lá?

Realize a segmentação de mercado

Segmentar o seu público-alvo é fundamental para que os processos de marketing possam atingir efetivamente os objetivos com mais facilidade.

Isso acontece porque tentar agradar uma fatia grande do mercado pode ser muito difícil, principalmente para quem está começando. Evitar esse erro é uma excelente maneira de ter processos de marketing mais eficientes.

Aqui, vale a pena lembrar da matriz SWOT, pois ela fornece informações relevantes para a tomada de decisão.

Por exemplo, em vez de apostar em todos os tipos de roupas femininas, você pode investir em um mercado mais segmentado, como somente bolsas femininas.

Estude o posicionamento de marca

etapas do processo de marketing avaliação do posicionamento de marca

O processo de marketing também é influenciado pelo processo de posicionamento da marca. Aqui, o que importa é entender a reputação da empresa no segmento e com o público-alvo.

É isso que vai ajudar seu negócio a saber exatamente quais processos podem ser usados para transmitir mensagens relevantes e úteis.

Além disso, esta etapa ainda permite descobrir qual abordagem melhor se encaixaria na proposta de valor apresentada pela marca no plano de marketing.

A Vivara é observada como uma empresa elegante e exclusiva, enquanto que o Carrefour se mostra como um lugar útil para todos. Já a Apple se mostra como uma empresa inovadora e tecnológica. E assim vai.

Dá para perceber como a empresa por trás se esforça para mostrar e consolidar essa imagem. E no caso da sua empresa, a situação é a mesma. Os processos de marketing, principalmente de reconhecimento de marca, vão ser fundamentais para isso.

Avalie com cuidado todas as oportunidades

etapas de marketing avaliação de oportunidades

O processo de marketing inclui analisar se a empresa está preparada para abraçar novos cenários. A análise SWOT é importante, pois envolve um tópico específico: oportunidades.

Aqui, vale sempre levar em consideração as vantagens e desvantagens de cada processo possível. Também é preciso avaliar com cuidado os passos necessários para que ele dê certo.

Por exemplo, se uma empresa estivesse pensando em colocar sua marca em um grande evento, ela precisaria ter certeza de que tem recursos suficientes para, primeiro, participar e depois criar processos de marketing para aproveitar aquele local.

Em outras palavras, é preciso entender se os processos de marketing escolhidos podem ser processados com segurança e satisfação do público-alvo. 

Se isso não for verdade, talvez o melhor a fazer seja mudar o processo ou mesmo esperar por uma nova oportunidade.

Identifique muito bem a jornada de compra

Todo processo de marketing deve levar em consideração a jornada do cliente. Isso significa que a mensagem precisa estar alinhada com as necessidades dele no momento.

Aqui, vale usar ferramentas como o processo SCV (Customer Value Journey), que mostra os passos que levam um potencial cliente a comprar determinado produto ou serviço.

Vale lembrar que cada mercado vai ter uma dinâmica diferente e por isso que essa identificação é tão essencial.

O processo de marketing nessa etapa deve ser intuitivo e prever exatamente quais são as expectativas dos seus possíveis compradores.

Se você conseguir pensar assim, poderá criar processos de marketing mais eficientes, com mensagens que sejam relevantes para aqueles que estão interessados no produto que a sua marca oferece.

Aplique o marketing mix ou 4 P’s do marketing

Os 4P’s do marketing são valiosos e sempre serão bem vindos. Isso porque eles são os processos de marketing que envolvem todas as principais áreas, como produto, preço, promoção e ponto de venda (ou praça).

Cada um desses processos influencia diretamente a experiência do cliente. Por exemplo: se o processo de promoção for bem feito, isso pode aumentar muito a percepção da marca entre os potenciais compradores.

Já se o processo do preço for mal cuidado, a depender do segmento, isso pode influenciar diretamente na tomada de decisão de quem está buscando o seu produto. E vai abrir brechas para a concorrência.

Aplicar processos de marketing certos para cada um desses pontos, é fundamental para garantir que a mensagem da marca chegue exatamente onde ela precisa chegar.

Planeje as ações de acordo com ciclo de vendas

Por fim, não esqueça do time comercial. Aliar o ciclo de vendas com as ações de marketing faz toda a diferença.

Cada processo de marketing precisa estar alinhado com o processo de vendas. Por exemplo: a mensagem que será transmitida na campanha deve fazer sentido para a equipe de vendas, pois assim ela terá argumentos para contar ao seu público-alvo.

Essa sinergia entre processos de marketing e de vendas é fundamental para que a empresa crie processos intuitivos, que façam sentido e que sejam capazes de gerar resultados.

Por isso, invista tempo na análise dessas duas áreas e observe como elas podem andar juntas para o benefício da marca.

Como atualizar os processos de marketing para tendências do futuro?

processos de marketing tendências para o futuro

Acompanhar as tendências do mercado é fundamental, pois assim você pode criar estratégias de marketing que sejam adequadas para as novas realidades.

Claro que elas estão em constante evolução, mas há algumas que merecem maior destaque, como é o caso da humanização e da experiência do usuário. A seguir, vamos falar um pouco sobre como elas entram nos processos.

Humanização dos processos de marketing

Incorporar processos de marketing mais humanizados é o caminho.

Isso significa que a marca não pode pensar somente em automatizar todas as atividades indiscriminadamente, mas levar em conta que existe uma pessoa ali disposta a conhecer e comprar da sua marca.

Ainda que a tecnologia possa dar um grande apoio, como é o caso dos chatbots, não se pode delegar tudo. Isso envolve a presença de pessoas nas conversas com os clientes até a presença delas nos anúncios digitais.

Experiência do usuário nos processos de marketing

A experiência do usuário (UX) é outra tendência que não pode ser ignorada. As marcas precisam considerar todos os processos relacionados à jornada de compra e garantir que a experiência seja o mais fluida possível.

Isso significa pensar em processos que façam sentido para quem está olhando para sua marca, desde a primeira interação até a última.

Se você deseja criar um laço emocional com seus consumidores, oferecer a melhor experiência é uma ótima maneira de começar. Quanto mais confortável for para o cliente, maior será a chance dele engajar-se com sua marca!

Quais as ferramentas essenciais para as fases do marketing digital?

Sabemos que quando estamos falando de marketing, é um conceito geral. No entanto, atualmente, o marketing digital é um dos mais importantes para empresas, mesmo que elas não tenham presença somente digital.

No entanto, quais são as ferramentas essenciais para o marketing digital quando estamos falando sobre esses processos? Sem dúvidas, a tecnologia.

Plataformas de automação de marketing são o instrumento mais fundamental para quem quer ter sucesso em todas as fases. A ActiveCampaign é uma das opções que oferecem essa facilidade.

Com ela, você consegue ampliar suas relações com seu público-alvo fornecendo orientação personalizada. É possível segmentar todos os seus leads e, ainda, mapear todo o ciclo de vida do cliente.

E é justamente investindo em um software para cuidar dos detalhes que você e sua equipe vão conseguir focar naquilo que realmente depende de pessoas.

Conclusão

Análise, planejamento, implementação e monitoramento. Essas são as 4 etapas dos processos de marketing que toda empresa precisa estruturar dentro do seu negócio.

Sem isso, dificilmente ela terá resultados proveitosos. No entanto, os cuidados vai muito além: estudar posicionamento de marca, identificar bem a jornada do cliente e planejar as ações de acordo com o ciclo de vendas, por exemplo.

Mas quando estamos falando de marketing digital, principalmente, contar com a automação é um passo a mais que você deve dar. Aproveite para testar a plataforma da ActiveCampaign por 14 dias gratuitamente!

Comment section