Landing page: exemplos, o que é e como criar uma em 2022

Landing page ou página de destino é um tipo de página de site que tem como principal objetivo a conversão dos visitantes, seja na compra de um produto ou na assinatura de uma newsletter.

Uma landing page é uma ferramenta poderosa para a geração e conversão de leads. Isso porque se trata de uma página otimizada especialmente para isso.

Você certamente já sabe que o inbound marketing é uma das principais estratégias do setor para empresas de todos os tamanhos que querem alcançar resultados melhores. Um dos principais pontos dessa estratégia é atrair as pessoas certas com o seu conteúdo.

A geração e nutrição de leads são pilares do inbound marketing.

Para que funcionem bem, no entanto, sua empresa precisa de recursos e conteúdos capazes de atrair e guiar esses clientes em potencial por meio do funil de vendas.

A landing page é um desses recursos, além de ser um dos mais eficientes que você vai encontrar! Nesse tipo de página, tudo é planejado com os objetivos da sua empresa em mente. Ou seja, trata-se de uma página otimizada para conversão.

Uma landing page eficiente deve chamar atenção, oferecer informações chave e estimular o leitor a uma ação!

Que tal começar a aproveitar o poder das landing pages e fazer suas taxas de conversão decolarem? Neste artigo, você vai aprender tudo o que precisa saber. Confira:

  • O que é landing page?
  • Por que você precisa de landing pages
  • Exemplos de landing pages
  • Quais os tipos de landing page?
  • Os principais elementos de uma landing page efetiva
  • Não deixe de otimizar sua landing page
  • Como fazer uma landing page com a ActiveCampaign?
  • Perguntas frequentes sobre landing page (guia rápido)

O que é landing page?

o que é landing page

Landing pages são páginas de um site, normalmente otimizadas para conversão. Elas também são conhecidas como páginas de destino e costumam ter objetivos bastante focados.

Vamos entender melhor com um exemplo: imagine que seu site está recebendo muitas visitas todos os meses. Isso é ótimo, não é? No entanto, pouquíssimas dessas visitas resultaram no cadastro para receber suas newsletters e, menos ainda, em compras.

Apesar de receber muitos visitantes, eles não estão gerando um impacto real nos seus resultados.

Uma landing page é uma página projetada para receber esses usuários e direcioná-los para uma ação. Isso por ser feito, por exemplo:

  • removendo os elementos que distraem o usuário do seu objetivo: alguns exemplos são menus e textos longos de apresentação;
  • destacando os campos de preenchimento de cadastro com elementos de design;
  • oferecendo aos clientes conteúdos ricos em troca do cadastro, como ebooks, infográficos e outros benefícios.

O objetivo de uma landing page não precisa, necessariamente, apenas ser geração de leads.

Muitas vezes, elas são usadas para concretizar compras ou fazer ofertas especiais aos visitantes.

Vamos ver outro exemplo bastante comum: imagine que uma loja online está fazendo uma promoção para um item específico e fez um anúncio nas redes sociais.

Ao clicar no anúncio, os usuários são direcionados para a página inicial do site.

Nesse caso, o visitante precisa encontrar o produto em oferta antes de concretizar a compra. Infelizmente, muitos clientes são perdidos nesse processo.

Em vez disso, imagine que, ao clicar no anúncio, o usuário seja enviado para uma landing page.

Nela, constam apenas as vantagens e fotos do produto, acompanhados do preço. Além disso, dois botões: “saiba mais” e “compre agora”.

As chances da compra ser concretizada são muito maiores no segundo caso, não é mesmo?

Guia prático para aumentar sua taxa de conversão

Por que você precisa de landing pages

A landing page é uma ferramenta de valor imensurável para empresas que pretendem aumentar suas taxas de conversão com o inbound marketing.

Isso porque elas eliminam distrações que afastam o usuário da ação que você espera que eles tomem.

Elas são um dos principais métodos de gerar leads, algo que sua empresa precisa fazer se quiser implementar qualquer estratégia de marketing online.

E, além disso, possuem muitas outras aplicações.

Alguns exemplos são a divulgação de eventos e ofertas pontuais ou receber as visitas que chegaram ao seu site através de um anúncio pago.

Quando utilizada da maneira correta, uma landing page pode oferecer muitos benefícios para seu negócio:

  • facilitam a geração de leads por meio de formulários simples ou, até mesmo, um botão para conectar com as redes sociais;
  • possibilitam a segmentação de leads, já que é possível criar uma landing page diferente para cada perfil ou público-alvo;
  • arrecada informações importantes sobre seu público, como interesses, emails para contato e perfis de redes sociais;
  • aumenta as taxas de conversão, já que apresenta possibilidade de segmentação de ofertas.

Exemplos de landing pages

A seguir, confira alguns exemplos de landing pages:

Benfatto: landing page para geração de leads

Com uma taxa de conversão de 58%, a empresa de organização pessoal Benfatto criou uma página chamativa e minimalista.

A estratégia aqui é oferecer aos usuários que se cadastram um ebook com dicas de organização.

landing page exemplos benfatto
Landing page da Benfatto

Uber: landing page para aumentar a base de serviços

O aplicativo de transporte urbano apostou em uma landing page para convidar motoristas a oferecerem seus serviços por meio de sua plataforma.

landing page exemplos uber
Landing page da Uber

ActiveCampaign: landing page para oferecer um período de testes gratuito

Aqui temos um exemplo da página da ActiveCampaign em que oferecemos o uso da plataforma gratuitamente por 14 dias.

landing page exemplos ActiveCampaign
Landing page da ActiveCampaign

Tesla: landing page para vendas

Quem disse que apenas produtos digitais podem se beneficiar dos recursos do inbound marketing? A Tesla prova o contrário com sua landing page que chama o usuário a personalizar seu carro:

landing-page-exemplos-tesla
Mesmo com muitas informações a passar, a landing page mantém o minimalismo.

Quais os tipos de landing page? 

Existem diversos tipos de landing page e cada uma delas possui um objetivo diferente e devem ser utilizadas em momentos diferentes do funil de vendas.

Por esse motivo, hoje iremos te apresentar 9 tipos diferentes de landing page e qual o momento certo para utilizar cada uma. Confira:

Conversão

A landing page de conversão, também conhecida como landing page de vendas, serve para quando você está há algum tempo em contato com seu cliente em potencial por meio do email.

Ou seja, ela só é introduzida à pessoa com quem você está conversando depois de você ter oferecido conteúdo de qualidade, nutrido e educado ela sobre a necessidade do seu produto ou serviço, pois nesse momento ela está mais apta a concretizar uma compra.

A landing page de conversão é totalmente focada em mostrar aos leads os benefícios do seu produto ou serviço, apresentar provas sociais, resolver possíveis objeções e fazer uma chamada para ação para fechar a compra.

Agradecimento

A landing page de agradecimento, também chamada de thank you page, em inglês, é uma página de reconhecimento e o ponto final da conversão de visitantes em lead.

Essa página serve para indicar que a ação sugerida foi concluída com sucesso e explica como será entregue o material que a pessoa se inscreveu para acessar.

Além disso, a landing page de agradecimento também pode ser utilizada como uma oportunidade para divulgar as redes sociais do seu negócio, para direcionar o usuário a outro conteúdo relacionado ou fazer outra oferta de material relevante.

Cancelamento de assinatura

A landing page de cancelamento de assinatura serve para que você não deixe a pessoa que cancele a newsletter sem ter pelo menos mais uma chance de ficar.

Nesse tipo de landing page, você pode utilizar o bom humor, fornecendo a quem quer interromper a assinatura,  mais motivos para permanecer na lista de contatos.

Caso o usuário esteja tentando cancelar a assinatura da newsletter, por exemplo, uma boa estratégia é permitir que ele personalize suas preferências de forma a se manter atualizado sobre a sua marca com uma frequência menor.

Só isso pode ser o suficiente para que a pessoa deixe de lado a ideia de cancelar sua assinatura.

Já para usuários que estejam tentando cancelar uma assinatura paga, é possível mostrar seus produtos ou serviços uma última vez e adicionar um incentivo, como um desconto ou programa de vantagens exclusivo.

Se a pessoa ainda assim insistir em um afastamento, você pode pedir que ela siga o seu negócio nas redes sociais como um gesto de despedida.

Oferta de produto

A grande maioria das páginas iniciais dos sites permite que visitantes naveguem e explorem vários produtos e ofertas.

Contudo, caso você queira que a pessoa veja um produto específico quando chegar ao seu site, o ideal é utilizar uma landing page de oferta de produto.

Elas são muito comuns no varejo e na tecnologia e oferecem uma análise completa do que é o produto, como ele funciona, seus recursos e quais problemas ele resolve.

Para saber a hora certa para criar esse tipo de landing page, acesse as análises do seu site para ver quais são os produtos mais pesquisados e quais recebem a maioria das visitas.

Com relação ao design da página, o ideal é se utilizar de muitas imagens e conteúdo avançado, como vídeos, pois isso vai aumentar o seu poder de convencimento.

Long-form sales

A long-form sales landing page é uma versão da página de vendas com uma única diferença: nela, os CTAs ficam no final da página, não no começo.

Ou seja, a chamada para ação só acontece depois de apresentadas várias seções sobre o que é o produto ou serviço, sua descrição detalhada, bônus, oferta, garantia etc.

Trata-se de um formato muito utilizado especialmente em cartas de vendas, que podem ter páginas e páginas de texto persuasivo antes de um botão de compra.

Por isso, a long-form sales landing page, ou página de venda longa, é muito útil quando estamos falando de um produto ou serviço com um preço mais alto.

Como o material é extenso, você vai ter espaço para mostrar todo o valor agregado, podendo fazer uma ancoragem de preço e, assim, quando o visitante chegar na CTA, ele já estará mais convencido a realizar a compra.

Landing pages intermediárias

As landing pages intermediárias, também chamadas de landing pages click-through, oferecem informações detalhadas sobre uma oferta específica para persuadir o visitante a clicar e ser levado a uma página de conversão.

Esse tipo de landing page serve como um intermediário entre um anúncio e sua loja virtual, permitindo que as pessoas consigam se familiarizar com seus produtos ou serviços sem a cobrança de realizar uma compra imediatamente.

Ao contrário, nas páginas intermediárias as empresas costumam oferecer testes gratuitos, cupons de desconto ou valor agregado que fazem com que a pessoa acesse o próximo estágio da jornada de compra e fique mais apta a realizar uma conversão.

Captura de informações

O objetivo da landing page de captura de informações é oferecer algo valioso de maneira gratuita e pedir em troca dados de contato do lead.

Nesse sentido, você pode disponibilizar diversos conteúdos valiosos, como um ebook para download, inscrições em um webinar, um minicurso online etc.

O que exatamente você vai oferecer fica a seu critério, mas o importante é que a oferta esteja diretamente ligada ao seu negócio.

Também é fundamental que o conteúdo que você está oferecendo resolva a dor de quem está visitando o site e que seja interessante o suficiente para fazer com que essa pessoa deixe o seu endereço de email no site.

Ou seja, a landing page de captura é uma ótima estratégia para iniciar os primeiros contatos com clientes em potenciais, em uma estratégia cujo objetivo não é fazer uma venda logo de cara, mas sim qualificar esse lead para uma compra mais informada no futuro.

Dependendo do nível de consciência desse cliente em relação ao problema cuja solução você propõe, pode ser que a pessoa não esteja preparada para realizar a compra no momento por nem imaginar que precisa do seu produto ou serviço.

como montar uma landing page

Adquirindo o contato desse cliente, você poderá enviar mensagens diretas e personalizadas por meio de estratégias de email marketing, assim focando em desenvolver um relacionamento que, no futuro, se concretizará com uma venda.

O layout para páginas de captura de informações deve ser bem simples e conter os seguintes elementos:

  • título;
  • descrição da oferta;
  • imagem para ilustrar a oferta;
  • formulário para a captura de dados.

Simples, não? Então comece a desenvolver uma landing page para captura de informações hoje mesmo para conseguir mais leads.

Confirmação pendente

Já a landing page de confirmação pendente é fundamental para quem usa sistemas de confirmação dupla.

Quando uma pessoa entrar na sua página e deixar o seu email na página de captura, ela pode digitar o endereço errado sem querer, ou então sua página pode sofrer um ataque de algum bot maligno e receber vários emails inexistentes.

Para garantir que a sua lista de emails contenha só emails reais e ter certeza de que você só está enviando emails para quem está de fato interessado, é essencial utilizar um sistema de confirmação dupla.

Esse sistema funciona mais ou menos assim:

  • a pessoa cadastra o seu email em uma landing page de captura;
  • ela recebe uma mensagem no seu email pedindo uma confirmação de inscrição;
  • somente após clicar no link de confirmação de inscrição é que ela começa a fazer parte da sua lista de contatos.

Durante esse processo, a página de confirmação pendente deve ser o passo seguinte à landing page de captura.

Só depois que a pessoa termina de preencher o formulário e clicar no botão de CTA é que ela deve ser direcionada para a página de confirmação pendente.

Lá, este lead recebe todas as instruções para entrar em sua conta de email, clicar no link de confirmação de inscrição e receber o material desejado.

Tente ser bem claro e objetivo nas instruções, pois só assim você irá garantir que a pessoa saberá o que fazer para completar sua conversão.

Progressive profile

Por fim, a landing page de progressive profile tem o objetivo de qualificar os leads que você já capturou por meio de outras estratégias.

Mas o que isso significa?

Para entender isso, teremos de voltar um pouco na página de captura.

A página de captura normalmente possui um formulário bem simples e fácil de preencher, afinal, o objetivo é facilitar a captura de leads.

Contudo, uma vez que potenciais clientes entram na sua lista emails, fica mais fácil obter outros dados para entender em qual estágio do funil de vendas esse lead se encontra.

Assim, será possível traçar uma estratégia específica de comunicação e realizar uma oferta de produto personalizada ou na hora mais adequada para concretizar uma venda.

E é nesse momento em que você conhece mais seus leads que entra a landing page de progressive profile.

Essa página contém, normalmente, uma oferta, um material que complementa o primeiro que foi baixado pela pessoa e outro formulário, só que dessa vez mais completo.

Ou seja, a principal diferença entre a progressive profile e a página de captura, além do tamanho do formulário, é que ela só é divulgada para quem já faz parte da sua lista de emails, ou seja, somente para quem já passou pelo primeiro ponto da conversão.

Assim, caso a pessoa não preencha o formulário, sua empresa não perde o contato com ela, pois ela já faz parte da sua lista de leads.

Dica bônus: homepage

Landing page e homepage (página inicial) são duas coisas diferentes, contudo, isso não significa que você não possa aplicar alguns dos princípios de landing page na sua home para aumentar o número de vendas.

A maneira mais fácil de atingir esse objetivo é colocando uma oferta e uma CTA de maneira dominante na primeira dobra da página, ou seja, antes do visitante começar a rolar para baixo.

Ou seja, quando alguém cair na sua home, a pessoa já terá a possibilidade de realizar uma conversão logo de cara e, ao mesmo tempo, obter mais informações sobre o seu negócio ou navegar para outras páginas do site.

Quando você for aplicar estratégias de landing page na sua home, é fundamental que você ofereça um conteúdo de topo de funil, ou seja, algo que seja atraente para quem ainda não tem um contato com a sua marca.

Os principais elementos de uma landing page efetiva

pagina de conversão

Agora você já sabe: uma landing page bem feita é capaz de fazer suas taxas de conversão dispararem!

Mas como, então, esse recurso é melhor utilizado?

É claro, o melhor jeito de montar uma landing page vai depender dos seus objetivos com ela.

Mas existem alguns elementos que sempre vão aparecer em uma landing page de alta conversão.

A seguir, vamos falar um pouco mais sobre cada um desses elementos:

Oferta

As informações pessoais dos seus clientes em potencial são bens muito preciosos.

Hoje em dia, todos estamos preocupados com a segurança dos nossos dados. Dificilmente alguém vai preencher um formulário com seu email pessoal sem nenhum motivo.

Por isso, um dos elementos essenciais de uma landing page é a oferta, ou seja: o que sua empresa está oferecendo para o usuário em troca daquela conversão?

É muito importante entender sua persona e saber quais são os desafios que ela enfrenta. Alguns exemplos de oferta podem ser:

  • ebooks, artigos e outros materiais exclusivos;
  • acesso a tutoriais, vídeo aulas ou workshops ao vivo;
  • cupons de desconto, ofertas especiais ou brindes.

Design

Você sabia que os elementos do design de uma página podem ajudar a direcionar o olhar do visitante para o lugar certo?

É importantíssimo, portanto, cuidar desse elemento na sua landing page.

Confira algumas dicas:

  • prefira um layout limpo e minimalista;
  • não utilize muito texto nem muitas imagens diferentes;
  • conte com a psicologia das cores para melhorar seus resultados;
  • os elementos em destaque na landing page devem sempre ser o call to action e o formulário de cadastro;
  • adeque a landing page para a identidade visual da marca.

Copy (título e descrição da oferta)

É verdade, muito texto e informação podem prejudicar a taxa de conversão da sua landing page. No entanto, a oferta e as condições precisam estar muito claras para o cliente em potencial.

Por isso, o recomendado é fazer um título bem chamativo, em tipografia maior. Aqui, use verbos no imperativo para tornar a frase ainda mais forte.

Para acompanhar, adicione um ou dois parágrafos, no máximo, descrevendo a oferta.

Se for necessário adicionar mais informações, como um regulamento de promoção, por exemplo, o ideal é criar um link que diga “leia o regulamento”.

Procure utilizar termos chamativos e seja bastante claro no texto da landing page. Um bom texto:

  • é curto e objetivo;
  • aproveita termos específicos e técnicas de redação para melhorar a conversão;
  • é bem posicionado e não ocupa todo o layout.

Call to action

O call to action, ou chamada para ação em português, é uma pequena frase, normalmente escrita no imperativo. Ela é o ponto central da landing page e vai conduzir o usuário à ação que você planejou.

Por isso, capriche e utilize cores e elementos de design para destacar esse elemento.

Alguns exemplos de call to action são os botões e links com frases como:

  • “Clique aqui e comece o teste gratuito”;
  • “Cadastre-se e receba o ebook em seu email”;
  • “Descubra mais sobre esse produto”.

Imagens e vídeos

Uma página com apenas texto pode ser muito sem graça! Por isso, conte com imagens e outros elementos gráficos para deixar a landing page mais chamativa.

Os vídeos, por sua vez, muitas vezes são utilizados como substituição da descrição em texto.

Dados obtidos pelas análises mais recentes do Facebook apontam que conteúdos em vídeo possuem uma taxa de engajamento muito maior. Então, essa pode ser uma boa estratégia, dependendo do seu objetivo.

Só é preciso ter atenção para não poluir demais o layout e tirar a atenção do CTA!

Depoimentos

Você sabia que, desde 2010, mais de 90% dos consumidores procuram reviews online antes de comprar? Esse hábito só tem se fortalecido nos últimos dez anos, e cada vez mais pessoas só concretizam uma compra depois de ler a opinião de outros clientes.

Por isso, os depoimentos de clientes satisfeitos podem ser uma adição sensacional às suas landing pages, em especial aquelas direcionadas para vendas.

Lembre-se: sempre peça permissão para utilizar os depoimentos. Isso pode ser feito até mesmo no formulário de feedback, através de um campo que autoriza o uso.

Formulário

Por fim, sua landing page precisa de um formulário, para que o usuário forneça o email e outros dados que sua empresa precisa.

Essa é mais uma área da página que deve estar em destaque. Preferencialmente, crie uma divisão visível entre o formulário e o resto do texto.

Algumas técnicas para isso são cores de fundo diferentes ou formas que emolduram o formulário.

Não deixe de otimizar sua landing page

Existe algo que nunca pode ser deixado de lado quando o assunto é landing page: a otimização!

Depois de publicada, é importante acompanhar de perto as métricas mais importantes da sua landing page.

Quais são esses números depende muito do seu objetivo com a campanha, mas um dado que sempre merece atenção é a taxa de conversão.

Após realizar ajustes e otimizações nas suas landing pages, utilize testes A/B para comparar a performance.

Dessa forma, você faz mais do que melhorar seus resultados agora: colhe informações importantes sobre o que funciona ou não com o seu público.

Consequentemente, as ações futuras vão se tornar cada vez mais eficientes!

Como fazer uma landing page com a ActiveCampaign?

É possível criar uma landing page com a ActiveCampaign de uma maneira muito simples e intuitiva, com modelos pré-selecionados e personalizáveis.

Para começar a criar sua landing page com a ActiveCampaign siga o seguinte passo a passo:

  1. Clique no botão “Site”, no menu esquerdo da sua conta;
  2. Clique na opção “Páginas”, que aparece ao lado esquerdo da página;
  3. Clique no botão “Adicionar uma nova página”

A partir daí, uma página com diversos modelos personalizáveis será carregada. Localize o modelo que você deseja, passe o mouse sobre ela e clique na opção “Usar esse modelo”. 

Caso você queira começar com um modelo em branco, basta clicar na opção “Em branco”.

Antes de escolher um modelo para utilizar, você pode visualizá-lo. Para isso, basta clicar na opção “Visualizar”, que aparece quando você passa o mouse pelo modelo.

Uma dica importante é que você veja como fica o modelo tanto no desktop, quanto no celular.

Por fim, uma vez que você escolheu um modelo, será carregado o construtor de páginas da ActiveCampaign. A partir daí, basta salvar o modelo e começar a personalizar sua landing page. 

Se você quiser um passo a passo ainda mais detalhado e completo, pode assistir o nosso tutorial de como criar landing pages com a ActiveCampaign:

Use ActiveCampaign para converter os leads capturados na landing page

A landing page é uma ferramenta poderosíssima para gerar leads e construir sua lista de contatos!

No entanto, você precisa também de uma estratégia sólida de nutrição de leads para garantir que esses contatos se tornem clientes fiéis da sua marca.

A ActiveCampaign oferece uma plataforma completa para criação e personalização de landing pages, email marketing, CRM e automatização de marketing.

Além de ser muito fácil de usar, você conta com integração com as principais redes sociais, gestores de conteúdo e sistemas de lojas virtuais do mercado.

Com as funções de automatização, sua equipe ganha tempo e reduz erros nas comunicações com os leads e clientes.

E o melhor: por meio dos recursos integrados de email marketing e CRM, você faz tudo com uma ferramenta só!

Clique aqui e comece agora mesmo a usar ActiveCampaign gratuitamente e otimize o marketing da sua empresa!

Perguntas frequentes sobre landing page (guia rápido):

Agora confira algumas perguntas frequentes sobre landing pages:

O que é landing page?

Landing page ou página de destino, é um tipo de página de site que tem como principal objetivo a conversão dos visitantes, seja na compra de um produto ou na assinatura de uma newsletter.

Elas normalmente trazem poucos elementos e são focadas em um CTA específico, evitando distrações e garantindo a conversão desejada.

Qual a diferença entre landing page e site?

Existem várias diferenças entre landing pages e sites. Enquanto a landing page tem a função de converter leads, o site serve para oferecer um conteúdo relevante para o público.

Ou seja, dentro da estratégia de marketing digital, é fundamental que um site tenha uma boa estrutura de SEO para que seja encontrado nos motores de busca.

As landing pages, por outro lado, devem ser divulgadas em forma de CTAs dentro do site, de forma a transformar visitantes em leads mais qualificados.

Como funciona uma landing page?

As landing pages normalmente funcionam para oferecer alguma coisa, seja ela um conteúdo gratuito ou um produto ou serviço específico.

Por isso, elas podem seguir diferentes formatos. Tudo vai depender do seu objetivo com ela.

Se o seu objetivo, por exemplo, é vender um produto mais caro, então o ideal é fazer uma landing page de long-form sales, pois nesse estilo você vai poder falar bastante sobre o produto para convencer o visitante a concretizar a compra.

Já se o seu objetivo é fazer com que a pessoa assine uma newsletter para você capturar informações como emails, então você deve fazer uma página mais curta, evidenciando as vantagens de assinar a newsletter e um formulário curto.

Como fazer uma boa landing page?

A dica primordial para fazer uma boa landing page é: saiba quais são os seus objetivos.

Uma vez que você tenha os objetivos da landing page bem estabelecidos na sua mente, será mais fácil escolher qual modelo implementar.

Mas lembre-se, em todo caso, você deve usar uma linguagem clara, objetiva e persuasiva, para que a pessoa que está visitando o site sinta vontade de realizar a ação sugerida.

Quais são os tipos de landing page?

Existem vários tipos de landing page, mas podemos destacar 9 tipos mais comuns:

  1. landing pages de conversão;
  2. landing pages de agradecimento;
  3. landing pages de cancelamento de assinatura;
  4. landing pages de oferta de produto;
  5. landing pages intermediárias;
  6. landing pages de long-form sales;
  7. landing pages de captura de informações;
  8. landing pages de confirmação pendente;
  9. landing pages progressive profile.

Qual a importância de se ter uma boa landing page?

Ter uma boa landing page é uma das melhores formas de convencer as pessoas que estão visitando seu site a concretizar uma ação.

Por meio de uma boa landing page, você pode coletar dados sobre seus clientes, apresentar ofertas mais caras e converter mais vendas.

Conclusão

importância da landing page

A landing page é um recurso muito valioso para aqueles que buscam aumentar as taxas de conversão e otimizar a captação de leads da empresa.

Focadas e projetadas com a performance em mente, essas páginas normalmente trazem um conjunto padronizado de elementos.

O objetivo é conduzir o visitante a uma ação em específico, eliminando distrações para aumentar as possibilidades de conversão.

De maneira geral, uma landing page visa facilitar ao máximo o cadastro de um usuário ou compra de um produto. Isso é feito com linguagem específica, elementos de design e por meio de uma oferta de valor para o visitante.

Neste artigo, você aprendeu tudo que precisava saber para criar landing pages de alta conversão para sua empresa! Agora, é só experimentar as ferramentas que sugerimos e encontrar a ideal para você!

Quer saber mais sobre como você pode potencializar os resultados do marketing na sua empresa? Veja esses outros conteúdos que separamos para você:

Não esqueça de conferir todas as funcionalidades do ActiveCampaign! Nossa plataforma ajudará você a nutrir os leads conquistados com sua landing page até que eles se tornem clientes fiéis!

Continue acompanhando nosso blog para ficar por dentro das melhores dicas de marketing digital. E não esqueça: se ficou com alguma dúvida, basta deixar sua pergunta nos comentários!